Tensão internacional

Chanceler de Taiwan diz que ilha enfrentará China e afirma “Não estamos com medo”

Após a vista de Nancy Pelosi a Taiwan, a China iniciou exercícios militares em torna da ilha, em resposta a visita. 

chanceler-de-taiwan-diz-que-ilha-enfrentara-china-e-afirma-nao-estamos-com-medo
Joseph Wu, chanceler de Taiwan (Créditos: Ceng Shou Yi/NurPhoto/ Getty Images )

A ameaça da China a Taiwan vem se intensificando, mas o chanceler de Taiwan, Joseph Wu, afirmou nesta seguda-feira (8) que a ilha permancerá firme e que protegerá sua liberdade e democracia.

Publicidade

“A China sempre ameaça Taiwan há anos e isto está ficando mais sério nos últimos anos”, disse Wu. “Quer a presidente da Câmara, Pelosi, visite Taiwan ou não, a ameaça militar chinesa contra Taiwan sempre existiu e é com esse fato que precisamos lidar”. Após a vista de Nancy Pelosi, que é presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, a Taiwan, a China iniciou exercícios militares em torna da ilha, em resposta a visita.

“[A China] não pode ditar a Taiwan que não devemos receber ninguém que queira vir e mostrar apoio a Taiwan”, disse Wu, que atua como ministro das Relações Exteriores de ilha desde 2018. Com isso, Pequim aumenta cada vez mais a pressão sob Taiwan, inclusiva com penalidades econômicas, o  lançamento de mísseis sobre a ilha pela primeira vez e exercícios que Taipé disse que pretendiam “simular” um ataque contra sua ilha principal e sua marinha.

“Eu me preocupo que a China possa realmente lançar uma guerra contra Taiwan”, disse ele. “Mas o que está fazendo agora é tentar nos assustar e a melhor maneira de lidar com isso [é] mostrar à China que não estamos com medo”, completou o Chanceler.