Ajuda Mais que Simbólica

Jornalista russo leiloará Nobel da Paz para ajudar crianças ucranianas

Além dos US$ 500 mil que recebeu por vencer o Nobel, Dmitry leiloará a medalha de 175 gramas de ouro de 23 quilates que, quando derretida, pode valer até US$ 10.000.

Jornalista russo leiloará Nobel da Paz para ajudar crianças ucranianas
O jornal em que trabalhava, Novaya Gazeta, hoje atua apenas na versão digital e fora da Rússia (Crédito: Sean Gallup/Getty Images)

O jornalista russo Dmitry Muratov, que ganhou o prêmio Nobel da Paz em outubro de 2021, leiloará pessoalmente a medalha recebida e doará o valor que conseguir para a Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

Publicidade

Além dos US$ 500 mil que recebeu por vencer o Nobel, Dmitry leiloará a medalha de 175 gramas de ouro de 23 quilates que, quando derretida, pode valer até US$ 10.000. O leilão online foi ao ar no dia 1º de junho, data que marca o Dia Internacional da Criança.

O jornalista russo, em entrevista à Associated Press, diz estar preocupado com o futuro das crianças por conta do conflito entre Rússia e Ucrânia. Segundo Dmitry, o motivo do leilão é “dar às crianças refugiadas uma chance para um futuro”.

Muratov trabalhava em um jornal chamado Novaya Gazeta, que foi fechado pois publicava informações que o governo de Vladimir Putin não aprovava. O jornal foi fechado em março, logo após o início da invasão da Rússia sobre solo ucraniano.

O Prêmio Nobel da Paz em 2021 foi dividido entre dois jornalistas: Dmitry Muratov, da Rússia, e Maria Ressa, das Filipinas. Estes receberam o prêmio por preservar a liberdade de expressão em seus respectivos países, apesar de censuras governamentais.

Publicidade

Publicidade