adversários políticos

Bolsonaro cita ‘inveja’ de Lula para rebater comparação a Ku Klux Klan

Jair Bolsonaro chamou o petista de “ex-presidiário” e disse que seu adversário deve ter se sentido “excluído” da data cívica.

Jair Bolsonaro durante celebração do bicentenário da independência (Créditos: Andressa Anholete/Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro criticou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após comparação dos atos pró-governo do 7 de Setembro a umareunião do Ku Klux Klan”, grupo que prega supremacia racial branca nos Estados Unidos. Bolsonaro chamou o petista de “ex-presidiário” e disse que seu adversário deve ter se sentido “excluído” da data cívica.

Publicidade

“Parece que o ex-presidiário se sentiu excluído após esse vídeo. Em resposta, chamou o povo de “cuscuz clã”, talvez porque assistiu a milhões de brasileiros vestindo amarelo”, escreveu Jair Bolsonaro em seu Twitter.

Publicidade

Durante comício em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, nesta quinta-feira (8), Lula afirmou que “(Bolsonaro) roubou o direito do povo brasileiro de comemorar o dia da independência. Fez de uma festa do pais, uma festa pessoal. O ato do Bolsonaro parecia uma reunião da Ku Klux Klan. Só faltou o capuz. Não tinha negro, pardo, pobre, trabalhador…”.

O senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, chamou Lula de “pai da mentira”. Em seu Twitter, escreveu: “O ex-presidiário chamou de enforcador e assassino de negros quem foi às ruas no 7 de Setembro! É assim que ele enxerga quem é patriota, acredita em Deus, defende a família e a liberdade!”.

Publicidade