Rio mantém uso de máscaras em locais fechados e transportes, mas suspende todas as demais restrições

Fim das demais regras libera lotação máxima em todos os estabelecimentos, até nas pistas de dança. Passaporte da vacina continua obrigatório em eventos privados

Rio mantém uso de máscaras em locais fechados e transportes, mas suspende todas as demais restrições
Créditos: Bruna Prado/Getty Images

A prefeitura do Rio decidiu manter o uso de máscaras em locais fechados e nos transportes públicos, todas as outras restrições foram retiradas.

Publicidade

De acordo com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, a cidade está próxima de atingir 75% da população totalmente vacinada contra a Covid-19. Essa era a meta estipulada inicialmente para a liberação total das restrições do uso de máscaras de proteção em transportes públicos e locais fechados no Rio. No entanto, a regra será mantida por enquanto, segundo G1.

De acordo com o Painel Covid da Prefeitura do Rio, no começo da manhã desta sexta, a cidade contava com 72,9% da população total com a segunda dose ou a dose única da vacina contra a doença, totalizando quase cinco milhões de pessoas.

O novo decreto da prefeitura do Rio também suspende as restrições antes previstas nos dois decretos anteriores. O decreto de primeiro de outubro onde um gatilho era acionado quando 75% da população imunizada e deixava a obrigatoriedade do uso de máscaras mantida somente para transportes públicos e áreas hospitalares sensíveis. Ou seja, agora a flexibilização não será mais automática, como previsto nas restrições.

O decreto também suspende uma resolução conjunta da prefeitura do Rio com a Secretaria Estadual de Saúde de janeiro que estabelecia medidas das restrições a partir da classificação de risco das regiões. Nela estava previsto o uso de máscaras em locais abertos em qualquer ambiente de uso coletivo quando garantida a distância superior a quatro metros.

Publicidade

O decreto, porém, suspende todas as demais restrições contra a Covid na cidade. Entre eles, estavam o limite de ocupação em estabelecimentos, o distanciamento das mesas em restaurantes e o consumo em pé em bares. Paes deu ainda o exemplo do ar-condicionado em transportes como táxis, ônibus e carros de aplicativo: “Tá tudo liberado, pode ligar o ar!

Paes ainda anunciou o primeiro evento público sem a necessidade do passaporte da vacina: será um encontro da Assembleia de Deus de Madureira no Parque Madureira, às 14h de segunda-feira (15) no Rio.

Com o avanço da vacinação no estado do Rio, os eventos já voltam a ocorrer, confira abaixo:

Publicidade

Confira abaixo o decreto:

Publicidade