Conflito Rússia X Ucrânia

Biden diz que os EUA podem adicionar mais sanções contra a Rússia

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, apresentou uma série de medidas contra o país russo.

biden-diz-que-os-eua-podem-adicionar-mais-sancoes-contra-a-russia
Presidente Joe Biden (Crédito: Mark Makela/Getty Images)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden disse que está “sempre aberto a sanções adicionais” contra a Rússia e que falará com os membros da G7 para novas decisões. Nesta quarta-feira (4), a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, já apresentou uma série de medidas, sendo uma delas a proibição do petróleo russo. “Por último, propomos agora a proibição do petróleo russo. Sejamos claros: não será fácil.
Mas nós simplesmente temos que trabalhar nisso. Garantiremos a eliminação gradual do petróleo russo de forma ordenada. Maximizar a pressão sobre a Rússia, minimizando o impacto nas nossas economias”.

Publicidade

Outros propostas são remover o maior banco da Rússia, o Sberbank, e duas outras empresas do sistema SWIFT; banir três emissoras estatais russas da rádio; e listar indivíduos que cometeram crime de guerra em Bucha. A secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss também anunciou a quarta novas sanções contra 63 cidadãos, entidades russas e empresas de mídia que estavam contra a desinformação.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

A presidente da Comissão Europeia comentou sobre o pacote de recuperação da Ucrânia. “O pacote de recuperação para a Ucrânia trará a estabilidade e a certeza necessárias para tornar o país um destino atraente para o investimento estrangeiro direto. E, eventualmente, abrirá o caminho para o futuro da Ucrânia dentro da União Europeia.”

Publicidade