massacres em série

EUA tiveram mais de 2.000 ataques em escolas desde 1970

Desde o início deste ano, foram 27 ataques desse tipo, segundo a imprensa americana.

eua-tiveram-mais-de-2-000-ataques-a-tiros-em-escolas-desde-1970
Memorial para as vítimas do tiroteio em massa na Robb Elementary School é visto em 27 de maio de 2022 em Uvalde, Texas (Crédito: Michael M. Santiago/Getty Images)

Os Estados Unidos tiveram mais de 2.000 ataques a tiros em escolas desde 1970, apontou o balanço do Centro de Defesa e Segurança Interna da Escola de Pós-Graduação Naval, localizada em Monterey, no Estado da Califórnia.

Publicidade

Desse total, mais de 1.500 aconteceram depois do massacre na escola primária Sandy Hook, em Newtown, no Estado de Connecticut, que matou 26 pessoas — 20 crianças com idades entre 6 e 7 anos e seis adultos. O caso foi em 2012.

Na terça-feira (24), mais um ataque a tiros em uma escola primária, dessa vez em Uvalde, no Texas, chocou os Estados Unidos e se tornou o segundo mais mortal desde o ocorrido em Sandy Hook. Armado com dois fuzis semiautomáticos do tipo AR-15 e 370 cartuchos de munição, Salvador Ramos, de 18 anos, matou 19 crianças, dois professores.

Desde o início deste ano, foram 27 deste tipo, que deixaram feridos e mortos, segundo a imprensa americana.

A autora norte-americana, Amy Siskind, compartilhou na quarta-feira (25) em seu Twitter uma lista de todos os ataques à instituições de ensino desde 1970. Confira a thread:

Publicidade

Publicidade