racionamento de energia

Europa se prepara para apagão de redes móveis, dizem autoridades

A decisão da Rússia de interromper o fornecimento de gás através da principal rota de fornecimento da Europa aumentou as chances de falta de energia no continente.

europa-se-prepara-para-apagao-de-rede-movel-dizem-autoridades
(Créditos: Reprodução/Flickr)

Em meio a um cenário de indecisões e ameaças russas de interromper o fornecimento de gás para a Europa, os telefones celulares podem enfrentar um apagão no próximo inverno caso haja corte ou racionamento de energia no continente.

Publicidade

A decisão da Rússia de interromper o fornecimento de gás através da principal rota de fornecimento da Europa após o conflito na Ucrânia aumentou as chances de falta de energia. Na França, a situação é agravada pelo fechamento de várias usinas nucleares para manutenção.

Autoridades do setor de telecomunicações dizem temer que um inverno rigoroso coloque a infraestrutura de telecomunicações da Europa à prova, forçando empresas e governos a tentar mitigar o impacto.

Atualmente, não há sistemas de backup suficientes em muitos países europeus para lidar com cortes generalizados de energia, disseram quatro executivos de telecomunicações, aumentando a perspectiva de quedas de telefones celulares.

Países da União Europeia, incluindo França, Suécia e Alemanha, estão tentando garantir que as comunicações possam continuar mesmo que os cortes de energia acabem esgotando as baterias de reserva instaladas nas milhares de antenas de celular espalhadas por seu território.

Publicidade

A Europa tem quase meio milhão de torres de telecomunicações e a maioria delas tem baterias de backup que duram cerca de 30 minutos para operar as antenas móveis.

 

Publicidade