LAVANDO ROUPA SUJA?

Jovem xinga príncipe Andrew durante cortejo fúnebre da rainha

Jovem foi detido pela polícias, mas apareceu em vídeo mostrando não se arrepender e diz que não fez nada de errado

Príncipe teve que responder processos nos EUA por sua amizade com Epstein (Créditos: Dan Kitwood/Getty Images)

Nesta segunda-feira (12), enquanto o corpo da rainha Elizabeth II chegava à Catedral St Giles, em Edimburgo, um jovem escocês causou tumulto ao xingar o príncipe Andrew, terceiro filho da rainha, de “nojento” e “doente”. O ataque teve como motivação antigas acusações de crimes sexuais contra Andrew.

Publicidade

Os veículos britânicos informaram que o jovem, identificado apenas como Rory, estava chamando o príncipe de “velho doente” e “nojento”. Policiais que estavam patrulhando o cortejo fúnebre detiveram o rapaz.

Rory cedeu uma entrevista ao jornal escocês ‘Holyrood Daily’, onde foi questionado sobre os xingamentos direcionados ao príncipe Andrew, ao que respondeu: “homens poderosos não deveriam cometer crimes sexuais e se livrarem disso“.

O episódio está relacionado à proximidade que Andrew tinha com o falecido bilionário americano Jeffrey Epstein, acusado de exploração sexual de menores de idade em festas que promovia em sua ilha. Processos abertos contra o príncipe nos Estados Unidos o indicam como uma das figuras principais envolvidas nas supostas orgias com menores de idade. Além disso, segundo sua ex-esposa, ele ajudava Epstein financeiramente,

Após as polêmicas acusações, o príncipe Andrew perdeu seus títulos militares e da realeza, mas realizou um acordo extrajudicial com uma de suas acusadoras, Virginia Roberts Giuffre, CEO da ONG ‘Victims Refuse Silence’ (‘Vítimas recusam o silêncio’), que presta suporte às vítimas de tráfico humano.

Publicidade