Seis Mortos

Polícia prende suspeito por tiroteio em parada de 4 de julho nos EUA

De acordo com as autoridades, o homem tem 22 anos e foi detido perto de Lake Forest, no estado de Illinois.

policia-prende-suspeito-por-tiroteio-em-parada-de-4-de-julho-nos-eua
Polícia no local do tiroteio (Créditos: Getty Images)

A polícia prendeu na noite desta segunda-feira (04) Robert E. Crimo III, suspeito pelo tiroteio que matou seis pessoas em um desfile em comemoração ao Dia da Independência dos Estados Unidos, no centro de Highland Park, estado de Illinois.

Publicidade

De acordo com as autoridades, o homem tem 22 anos e foi detido perto de Lake Forest, também no estado de Illinois. Eles afirmam que Crimo foi visto por um oficial do norte de Chicago, que organizava uma blitz de trânsito. O suspeito fugiu da blitz e então os policiais iniciaram uma perseguição, até o homem ser detido em Lake Forest.

O homem foi encaminhado para o departamento de polícia de Highland Park. Para as autoridades, Crimo é considerado “uma pessoa de interesse”, enquanto investigam e o conectam ao crime. A cidade de Highland Park fica a cerca de 40 quilômetros ao norte de Chicago e cancelou o desfile do Dia da Independência após a tragédia.

Segundo a CNN, o porta-voz do NorthShore University HealthSystem, Jim Anthony, afirmou que mais de 36 pessoas ficaram feridas durante o tiroteio. As 26 vítimas levadas para o hospital de Highland Park tinham entre 8 e 85 anos, disse Brigham Temple, médico do pronto-socorro. A polícia indica que o tiroteio ocorreu do telhado de uma empresa, que o atirador alcançou por meio de uma escada anexada ao prédio.

O presidente Joe Biden disse que ele e sua esposa Jill ficaram “chocados com a violência armada sem sentido que mais uma vez trouxe tristeza a uma comunidade americana neste Dia da Independência”.

Publicidade

Publicidade