naftali bennet

Primeiro-ministro de Israel renuncia e convoca novas eleições

Bennett, que foi eleito em 2021 graças a uma aliança de oito partidos israelenses, deixa o cargo em meio a falta de consenso político e a uma forte onda de conflitos entre policiais israelenses e manifestantes palestinos.

primeiro-ministro-de-israel-renuncia-e-convoca-novas-eleicoes
Naftali Bennet em outubro de 2021 (Crédito: Amir Levy/Getty Images)

O primeiro-ministro de IsraelNaftali Bennett, anunciou nesta segunda-feira (20) que vai renunciar ao cargo, dissolver o Parlamento e convocar novas eleições no país. O chanceler, Yair Lapid, assumirá a função interinamente até o novo pleito, que deve acontecer em meados de outubro, segundo o governo. 

Publicidade

Bennett, que foi eleito em 2021 graças a uma aliança de oito partidos israelenses, deixa o cargo em meio a falta de consenso político e a uma forte onda de conflitos entre policiais israelenses e manifestantes palestinos. No fim de maio, as tensões aumentaram após a morte da jornalista veterana da Al Jazeera Shireen Abu Akleh, palestina com nacionalidade norte-americana que cobria conflitos na Csijordânia.

A renúncia de Bennett representa a ruína da aliança que se uniu para elegê-lo. Entretanto, o líder do Executivo não tem conseguido consenso no Knesset – como é chamado o Parlamento israelense -, o que, na prática, tem impedido seu governo de aprovar medidas. A dissolução do Knesset deve acontecer “nos próximos dias”, segundo anunciou o Executivo israelense.

As novas eleições podem permitir a volta do ex-primeiro-ministro e atual líder da oposição Benjamin Netanyahu, que comandou Israel por 12 anos, até o ano passado. Netanyahu deixou o cargo sob protestos de radicalismo e denúncias por corrupção.

Publicidade