Abastecimento

Rússia suspenderá fornecimento de gás para a Polônia

O anúncio vem em meio a desacertos e sanções, que também envolvem a Gazprom.

Rússia suspenderá fornecimento de gás para a Polônia
Apesar do conflito, a Gazprom continua a fornecer gás para a Europa (Crédito: Frederic Scheidemann/Getty Images)

A Gazprom, empresa estatal de energia da Rússia, anunciou, nesta terça-feira (26) que suspenderá o fornecimento de gás para a Polônia a partir de amanhã (27). A suspensão acontecerá porque as duas partes envolvidas não entraram num acordo em relação ao preço do serviço.

Publicidade

Em consequência desse desentendimento, o governo polonês afirmou que não pretende renovar o contrato com a estatal, que acaba este ano. Além de anunciar sanções de congelamento de ativos, em seu território, de mais de 50 oligarcas e empresas russas, incluindo a Gazprom.

O gasoduto de Yamal é uma das principais rotas do gás russo para países da Europa. Tem aproximadamente 2.000km de extensão e vai da Rússia até a Alemanha, cortando a Polônia pelo centro do país.

Falando sobre a suspensão dos serviços, o ministro do Clima polonês disse que os cidadãos poloneses podem ficar despreocupados, pois o fornecimento de gás para a população não será interrompido ou reduzido. E disse também que as reservas de energia da Polônia são suficientes.

Desde o início do conflito entre Rússia e Ucrânia, mais de 1 milhão de refugiados ucranianos estão na Polônia, que ocupa um papel central na diplomacia e na ajuda aos civis que fogem da guerra.

Publicidade

 

 

Publicidade