SEM VERGONHA

Espanhol condenado por ir pelado à delegacia vai pelado ao tribunal

Segundo o advogado do rapaz, ele acredita que andar pelado é uma forma de liberdade de expresssão.

Policia do país precisou forçar o homem a se vestir (Créditos: Pablo Blazquez Dominguez/Getty Images)

Um homem espanhol de identidade desconhecida foi impedido de entrar no Fórum de Justiça na cidade de Valência, na Espanha, por tentar entrar pelado na corte. Ele foi chamado para comparecer ao seu julgamento por exibicionismo.

Publicidade

O espanhol, que até o momento está sendo identificado apenas como Alejandro, foi impedido de entrar pelado no Fórum por três guardas que o abordaram. Devido a presença de um menor de idade nas imediações, outros policiais se juntaram à cena e obrigaram o homem a se vestir sob a ameaça de prendê-lo.

Em entrevista para o jornal El País, o advogado de Alejandro, Pablo Mora, afirmou que ele estava sendo processado por entrar pelado numa delegacia e que sofreria medidas administrativas por isso, ou seja, teria que pagar uma multa.

Segundo Mora, ele e seu cliente não acreditam que seja obsceno andar pelado pela rua e que a prática se trata de liberdade de expressão.

Publicidade

O advogado, Pablo Mora, diz que eles não acreditam que seja obsceno ficar pelado na rua, e que se trata de um tipo de liberdade de expressão.

No Brasil, a prática é considerada crime pelo Artigo 233 do Código Penal: “Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público: Pena – detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Publicidade